Twitter icon




Hoje vamos introduzir um conceito novo que representa humanismo em evolução. Estamos avançando para uma nova energia que mudará literalmente a própria natureza da consciência humana. E se isso for verdade, então realmente é possível que a consciência espiritual está mais aberta às descobertas do que nunca antes.

A mente humana é complexa. A consciência tem sido estudada por anos, mas de um modo tridimensional. Nós percebemos a mente humana como uma série de processos sinápticos que permitem sobrevivência. De acordo com a ciência, o cérebro nos dá tudo que precisamos. Ele organiza a vida, dá-nos intuição e acuidade mental, dá-nos todas as suas funções corporais coordenadas. Poderíamos dizer que o cérebro é a maquina que impulsiona o barco da vida.

Além disso, quando a ciência se aprofundou no estudo, descobriu que os lobos do lado direito e do lado esquerdo fazem coisas diferentes e estão conectados de maneira diferente entre homens e mulheres. Tudo o que você estudou apontou para o cérebro ser o controlador de tudo. O cérebro é considerado o centro da consciência e de todas as atividades que estão sendo geradas pela consciência humana.

O cenário real sobre cérebro

O conceito que iremos apresentar é que não existe um único cérebro dentro do ser humano. Em vez disso, existem três. Para que você possa ver isso claramente, vamos ilustrar o conceito usando uma metáfora. Com a premissa de que você não sabe o que não sabe, você faz o melhor. Tudo que ajuda a você a analisar o cenário da consciência é o seu cérebro! Portanto, o cérebro é tudo o que existe, certo? Estamos convidando você a seguir de brincar com a metáfora abaixo.

Uma jornada metafórica

Imagine você está numa sala, dando uma olhada em uma mesa na sua frente. É um escritório moderno e na mesa tem um computador. Tudo mundo hoje em dia sabe do que um computador é capaz. No entanto, uma pessoa do nosso passado não teria ideia nenhuma. Portanto, neste exemplo, fingiremos que temos um ancestral que viveu apenas quatro gerações atrás, digamos do ano 1919. Ele avança para a mesa de trabalho e nos observamos a reação dele.

Nesta jornada, você não está livre de se comunicar com ele verbalmente, mas pode lhe mostrar o computador. Então, sem explicação nenhuma por sua parte, ele vê e percebe a magia o que o computador pode fazer. Ele pode ler na tela e ele pode interagir enquanto tenta descobrir o mouse operando o dispositivo. Ele começa a apertar botões, e ele vê coisas - coisas inacreditáveis! Esta caixa mágica faz coisas que ninguém em casa acreditaria! O futuro é surpreendente! Ele se maravilha com a imensidão de tudo disso. O ancestral acaba de descobrir o Google, mas ele não faz ideia do conceito. Ele vê o mundo na ponta dos dedos, tudo numa caixa. É inconcebível de pensar nesse poder de informação e ação. Não há nada que a caixa não saiba! Todas as línguas do mundo estão lá. Qualquer informação que ele quisesse ter sobre qualquer coisa está a disposição instantânea! Qualquer coisa! Então ele descobre que você pode digitar uma mensagem para praticamente qualquer pessoa, em qualquer lugar do mundo! A caixa também é um dispositivo de comunicação!

Isto é incrível e ele finalmente se afasta da experiência com uma sólida percepção de que viu com seus próprios olhos! Quando ele retorna em sua máquina do tempo, ele mal pode esperar para contar à sua geração de 100 anos atrás do que ele testemunhou. Ele presenciou uma tecnologia de uma caixa que faz tudo e se comunica com todos. É como todas as bibliotecas do mundo estivessem numa pequena caixa, todas as linguagens, todas as enciclopédias possíveis. A caixa conhece todos os indivíduos conhecidos ao longo da história, com todos os detalhes. E isso está disponível para todos os seres humanos. A percepção do ancestral, sem qualquer explicação, é sólida e lógica, mas está falha.

A conexão oculta

Você que sabe melhor, não é? Você sabe que a "caixa" está conectada à internet. Se você desconectasse o computador da rede, ele se torna simplesmente um dispositivo computacional. Ele computa, sim. Você poderia escrever uma carta ou pode fazer uma planilha, mas não pode perguntar mais nada, porque não estaria mais conectado!

O que o ancestral não entendia, nem podia começar a conceber, era a rede mundial de computadores que chamamos de internet. Ele não percebeu o pequeno fio que estava ligado à base do computador, o que lhe dava a capacidade mágica de saber tudo sobre tudo. Mesmo se ele tivesse visto o cordão, não teria ocorrido a ele o sentido disso. Para ele, a caixa fez tudo.

Agora, deixe-me leva você de volta ao cérebro humano. Tudo que aprendemos sobre nos mesmo aponta para o incrível cérebro mágico. Você não sabe sobre a conexão do cérebro com uma internet multidimensional, que está dentro do corpo.

O primeiro centro, o cérebro da sobrevivência

Seu cérebro é um grande e maravilhoso computador químico, sináptico. Vamos definir isso mais: sinapse é o processamento ativo de sinais eletromagnéticos que atravessam as vias da matriz neural dentro do cérebro. Isso ocorre nas áreas de junções que se ligam as outras na velocidade da luz o que resulta em capacidade de controlar a sua sobrevivência, o seu corpo e os seus pensamentos em três dimensões.

O pensamento expansivo, como você o entende, é relacionado ao cérebro. Os cientistas vêm o cérebro e dizem: "Essa é a área criativa, responsável pela música, pela arte, pela poesia, pela escultura e pelo inteleto". Mas eles nunca viram o fio, certo? O cérebro não tem nada a ver com a criação. Em vez disso, ele é facilitador do fluxo das informações, mas não é responsável por aquilo que chamamos de criatividade. Assim como o computador na sala metafórica é a estação de controle na rede, o seu cérebro também é a estação de controle. Coisas que atribuímos normalmente à ação do cérebro não são provenientes dele.

O segundo centro, a pineal

Muito de que você consideraria criativo ou espiritual, incluindo a canalização, vem da conexão pineal. É a parte intuitiva, que está crescendo com a evolução espiritual. É a parte da sua consciência que está conectada àquilo que você chama de eu superior ou alma. É a conexão da Fonte Criativa com o nosso cérebro. Alguns a usam bem e alguns não. A conexão se abre apenas através da livre escolha. Pessoas criativas de qualquer modo estão conectadas à "rede", à pineal. No entanto, você percebe isso acontecendo apenas dentro do cérebro e proveniente dele. O "fio da rede" está oculto da nossa percepção. É a conexão com o exterior que muitos de nos estão começando a entender e sentir. O cérebro facilita estes atributos, mas não os gera. A intuição não vem do cérebro, mas é facilitada por ele. O cérebro, então, ativa a intuição no que você chama de pensamento. Podemos ver isso nos gráficos da termografia junto com todas as coisas que você pensa que são sinapses acontecendo no cérebro, mas o cérebro está simplesmente processando o que está recebendo de um outro lugar, de uma outra fonte.

Se você desconectar o "fio da rede", tudo que o cérebro pode fazer por você é mantê-lo respirando e dar a você um pensamento básico de sobrevivência. Você pode fugir do tigre para não ser consumido. Você pode cultivar sua comida, ter filhos e aprender a dirigir um carro, mas não vai compor música e não criará esculturas. E não pensará naturalmente em Deus. Mas quando está ligado, faz tudo isso.

Os três centros da consciência humana

Existem três partes do cérebro no ser humano, mas você só estava ciente de uma delas. Vamos apresentar a segunda parte. O "segundo cérebro", que está sendo processado pela parte sináptica (a caixa do cérebro), é a pineal. A glândula pineal é responsável pelo pensamento criativo, intuição e consciência intelectual. A intuição está começando a aumentar na humanidade, e ela vem daquilo que é sua consciência inata. A inata está ficando mais inteligente e está passando mais informações para o seu cérebro a serem processadas com maior frequência e força à medida que você evolui. A inata por sua vez está começando a fornecer informações akashicas (lembranças de vidas passadas). Você pode dizer que sua rede pineal está ficando mais rápida que o seu cérebro está processando. Você está sentindo que cada vez está se tornando mais intuitivamente consciente das coisas. A pineal é o seu segundo cérebro.

A ponte entre a consciência humana e inteligencia inata está começando a amadurecer e crescer. Você está saindo do modo de sobrevivência e muitas pessoas estão começando a despertar a uma verdade maior. Tudo isso está sendo aprimorado no ser humano ao ponto de que os humanos pensarem: "O cérebro está indo melhor!" E não é. O cérebro continua sendo o cérebro e processará uma melhor intuição da pineal. O cérebro continua sendo um órgão de sobrevivência, mas a intuição se tornará cada vez mais forte. "A sua internet espiritual" está ficando mais rápida.

Você sempre achou que o único órgão a ser responsável por tudo o que faz é o cérebro, mas, na verdade, são três. O ser humano evoluído tem o potencial de criar luz (energia de consciência). Há uma percepção na espiritualidade que é a luz branca. Essa luz está em toda parte. Há uma história de Moisés e da sarça ardente. Essa era uma chama que não consumia a si mesma, mas se você pudesse realmente vê-la na realidade, seria luz branca. Para Moisés era uma consciência mais elevada do que ele jamais pôde conceber, uma energia divina passando por sua pineal, projetando-se para ele.

Quando você tem uma experiência de quase morte, você flutua a direção da luz. Isso é mais que metafórico. Você começa a criar algo que chamaremos de divindade e domínio. A luz branca vindo de você é a consciência mais elevada proveniente de você. Quanto mais aumenta a eficiência do seu DNA, mais branca fica a luz. Há verdades por trás de toda a mitologia e essa é uma delas. Você está se tornando mais angelical quando começa a entender e realizar a terceira parte.

O coração, o terceiro centro

Há um mistério que envolve o coração humano. O coração humano é a terceira parte do cérebro. A ciência nunca entendeu porque o coração tem um tremendo campo magnético. Na verdade, é maior que qualquer outro órgão, incluindo o cérebro com toda a sua atividade sináptica. O coração ofusca-o de muitas maneiras, mas o exame do coração de maneira corpórea fornecerá informações aparentemente apenas tridimensionais. Ele simplesmente bombeia o sangue em um ritmo específico, enviado por sinais do cérebro. Mas há muito mais envolvido nisso.

Quando a medula espinhal é rompida em um acidente, por exemplo, o coração continua bombeando. Sinais cerebrais que supostamente controlam o tempo e o ritmo estão desconectados. Os sinais se foram, mas o coração continua bombeando. E não é só isso, a digestão continua, a função hepática continua, o pâncreas e outros órgãos continuam a funcionar, até a reprodução continua! Tudo sem o cérebro.

Existe um terceiro elemento de consciência centrado no coração humano. A humanidade identificou o coração metaforicamente como o símbolo do amor, e você estaria certo. Essas três partes da consciência humana vão muito além do cérebro como um órgão. É a tríade da vida. Isso também está representado pelas três energias (na numerologia) que você vê em toda parte na história espiritual. São os três cavalos que puxaram a carruagem da ascensão, o Merkabah de Elias. É a trilogia de Divindade de muitas igrejas (Pai, Filho, Espírito Santo). Em seu corpo as três partes da consciência são:

  • o cérebro (sobrevivência corpórea)
  • a pineal (a intuição criadora)
  • o coração (compaixão)

Os mestres deste planeta tinham todos as três partes trabalhando muito bem porém, em energia velha. Na energia mais antiga, você como ser humano estava apenas no modo de sobrevivência. O que está acontecendo é que com tempo você está evoluindo, e a inata do corpo está ficando mais pró-ativa. O DNA está começando a se tornar mais eficiente e os três centros estão começando a se conectar. O que separa um ser humano da sobrevivência (ser humano comum) de um mestre é a compaixão intuitiva. A compaixão é gerada a partir do coração e isso não é uma metáfora. Faz parte da rede do coração-cérebro.

O cérebro é responsável por facilitar e coordenar as três partes, mas esteja ciente que as outras duas estão fazendo uma grande parte do trabalho. A intuição e a compaixão sempre parecerão vir diretamente do cérebro, assim como para o nosso ancestral de 100 anos atrás, quando a magia veio da caixa. Eis o quadro maior. A tríade da consciência humana é o começo da realização do domínio divino.

Isso começa a explicar porque quando um ser humano toma certos tipos de decisões, de repente o cérebro parece controlar melhor o corpo. Por que a saúde corpórea pode mudar de repente, se auto-curando, pedir outros alimentos e ter até sabedoria sobre a própria estrutura biológica. O que causa a remissão espontânea? A menos que você estivesse conectado, você não teria nada disso. Não é o cérebro que deu isso para você. Foi o cérebro que simplesmente facilitou a conexão "daquele pequeno fio", a luz branca proveniente da Fonte Criativa.