Há um mistério ao redor da nossa existência corporal. Algo que os psicólogos do passado chamavam de inconsciente. É uma consciência que trabalha em nosso corpo sem ser conectada a nossa. Recentemente ficamos sabendo que há uma desconexão entre diferentes partes do ser humano. As três partes são:

  1. Eu superior, o portal à nossa alma
  2. Consciência humana
  3. O corpo inteligente, inteligencia celular inata ou simplesmente inata.

O conceito da inteligência inata não pode ser explicado satisfatoriamente em termos tridimensionais. É necessário um pouco da compreensão multidimensional.

Os órgãos, os diferentes sistemas do corpo precisam comunicar-se uns com outros para garantir funcionamento harmonioso como se fosse uma unidade e não dezenas. As células que compõem o corpo precisam de comunicação para saber como prosseguir. Há necessidade de comunicação para formar união entre as centenas de bilhões de células.

A ciência medica suspeita de algo, mas não há consenso sobre isso ainda, já que multidimensionalidade não pode ser visualizada com instrumentos tridimensionais da nossa ciência. O que seria então a misteriosa inteligência inata?

Parte da inata é um campo de energia multidimensional que é invisível que está sendo gerado por moléculas de DNA. O DNA encontra-se em cada célula do corpo e é idêntico em cada célula. O DNA tem partes multidimensionais. As partes tridimensionais dele podem ser vistos sob os microscópios, mas não as multidimensionais. Todas as moléculas de DNA em conjunto geram um campo quântico que envolve o ser humano por completo. Ele é chamado também de aura, tem 8 metros de extensão e é aquilo que foi chamado em Hebraico de merkabah. É o merkabah em torno do seu corpo que pulsa com informações esotéricas, incluindo a saúde corporal. Algumas pessoas intuitivas conseguem ver e interpretar a aura.

Inata é responsável pela nossa saúde, funcionamento de órgãos e até pelo envelhecimento e aquilo que chamamos de morte natural. A inata decide quando o corpo morre (naturalmente). O corpo humano após um acidente por exemplo recupera-se de graves ferimentos em horas. Obviamente algo inato toma conta, regenera as funções e órgãos ao estado perfeito. Os hospitais já viram isso. Os médicos chamam isso de remissão espontênea. O que é responsável, é a inata.

Inata é tão inteligente quanto o nosso cérebro sináptico. Ela não pensa por que não tem sinapses. Inata sabe tudo sobre a nossa saúde, processos reprodutivos celulares e sobre manuais de desenvolvimento cronológico do corpo. Inata tem acesso direto ao akasha humano ou vidas passadas. Inata tem a direta conexão com aquilo que chamamos de eu superior ou alma. Aquilo que chamamos de véu é uma desconexão entre a inata e o eu superior. Que menos denso o véu mais luz divina influencia o ser humano como todo.

O intelecto quer que você acredite que seu cérebro é o supremo. No entanto, o cérebro é apenas um órgão, uma parte do sistema do corpo e não é uma parte muito intuitiva. Afinal o cérebro foi criado a partir de DNA. É a inata que conhece a verdade. A inata está ligada às partes quânticas do seu DNA portanto, também conhece sua espiritualidade e a verdade de Deus por dentro. A inata passa pelo véu. A inata que sabe de todas suas vidas passadas.

A inata não tem conexão com o nosso mundo tridimensional externo. A inata não sabe sobre as questões da sua sobrevivência, de que vive, não sabe quem são os seus amigos. Inata não se importa com a sua aparência. Ela se importa com sua saúde.

Vamos criar um conceito de que a inata é seu segundo cérebro. Não funciona como o seu primeiro, mas é inteligente e sabe o que você precisa. Às vezes, pode até substituir uma função que o seu cérebro lógico faz normalmente.

O que você deveria fazer com toda essa informação? Você está convidado a entrar em contato com inata. É a conexão do coração, alma velha. O Eu Superior, a consciência inata e a humana são as três energias humanas que precisam se fundir. Isso é o próximo passo evolutivo para sair da consciência de sobrevivência e desenvolver o template de compaixão, a nova natureza humana.

O cérebro faz bem aquilo que faz, mas afinal é o órgão da sobrevivência tridimensional. A inata é programada para a sobrevivência espiritual.

É a inata que vai ajudá-lo em recuperar o padrão de saúde que se encontra dentro do seu akasha e colocá-lo na sua estrutura celular atual, sabia disso? Imagine eliminar uma doença de modo tão dramático que não haverá nem o traço que ela existiu. Imagine de ser capaz de eliminar uma dependência química durante a noite.

Você já se sentou em uma reunião e algo foi dito que desencadeia um sentimento e você fica com calafrios? O que eles são? Você pode dizer: são arrepios de validação. Adivinha de onde eles vieram? - claro, da inata. A inata tem a capacidade de indicar a verdade, não o cérebro. Na verdade, o seu cérebro frequentemente está atrapalhando. É o cérebro que contém sua caixa de crença, aquilo que acredita que é verdade. É o seu instrumento de sobrevivência em 3D. Mas o cérebro não pode dar verdade. Ele só pode dar a você o que ele percebe como a verdade, baseado em raciocínio lógico, processamento sináptico, computado na base da sua experiência passada.

Há um enigma na medicina. Quando ocorre um acidente que rompe completamente a medula espinhal, a vítima não tem nenhuma sensação ou função muscular de pescoço para baixo. Isso ocorre porque os sinais do cérebro para os músculos não podem ser mais enviados. O caminho para esses sinais foi cortado. O ser humano passa pelo resto da sua vida em cadeira de rodas, talvez até sendo alimentado por outras pessoas. Mas o enigma persiste que alguns sistemas dentro de corpo continuam funcionando. Um dos órgãos é o coração. Outro sistema é a digestão. Muitos dos órgãos continuam funcionando mesmo quando seu cérebro não transmite mais os sinais vitais pelo sistema nervoso central. Então, o que mantém todos esses órgãos vivos de pescoço abaixo? O cérebro está desconectado e o coração mantém seu ritmo. Como isso pode funcionar? A resposta é que a inata assume e continua enviando os sinais quanticamente. O Merkabah está sempre presente por todo o corpo, não é centralizado em um lugar como o cérebro é. Os órgãos continuarão a funcionar, menos os músculos.

Inata é um "segundo cérebro". A inata é a inteligência em seu corpo que é muito mais sábia sobre processos celulares do que seu cérebro. Quando o DNA começa a funcionar com maior eficiência, pontes que começam a ser construídas entre os sistemas de ser humano. Você começará a percebe-los assim que sente a verdade por dentro. Quando você começa a ter discernimento e a reconhecer as coisas pelo que elas são, você ira parar de procurar por respostas. Você tornará-se muito mais autocontido e suas respostas são muitas vezes as mesmas que as pessoas ao seu redor que possuem o mesmo mecanismo de discernimento. Tudo isso agora vem de dentro, em vez de uma fonte externa. O ser humano se torna mais inteligente quando os "dois cérebros" se juntam e você pode então vê sua própria situação de saúde, antecipando coisas antes que elas saiam do controle.

Quando a inata começa a estar presente em sua consciência, os conceitos começam a se fundir e as partes que faltam, começam a ser preenchidas. Você saberá muito mais sobre quem você é, e uma das coisas que vai acontecer é que você vai saber que não é daqui! Você vai sentir isso! Você é do grande sol central (Fonte Criativa). Você saberá que é eterno! Você saberá que teve mais de uma vida, e será algo que sabe exatamente da maneira como a inata sabe e não algo que você intelectualiza com as sinapses da sua mente.

É a conexão do coração. Inata é o que cria emoção. Inata que ajuda você se apaixonar. Inata que lhe dá energias que não pode explicar. Inata deixa você meio fora de si, ela sabe tudo a respeito. Inata pode mudar cada célula do seu corpo, e serão preenchidas com verdade e informações que ajuda você pessoalmente. Isso criará mais discernimento e um ser humano sábio. Mais e mais seres humanos verão o que você vê. Você pode enxergar como inata serviria a humanidade e como ela aperta a mão de seu Eu Superior para conhecer o Deus?

Inata não é uma entidade dentro de você. Ela é você. É a ponte do corpo físico para o Eu Superior, a parte inteligente de suas células.