Twitter icon




Centenas de metros de extensão, círculos nas plantações, chamados também de agroglifos, aparecem ocasionalmente e transmitem mensagens de uma simetria e beleza perfeita. O que são e qual é a sua origem?

O conceito de círculos surgiu no final da década de 1970 mas os primeiros relatos vieram do naturalista britânico, Robert Plot, que escreveu em 1686 sobre aparições de anéis ou arcos de cogumelos. Em bora que há relatos da antiga União Soviética, Japão, Estados Unidos e Canadá, a maioria deles está sendo encontrada no Reino Unido nas regiões Sudoeste e Sudeste.

A rede cristalina que lembra das emoções e do comportamento humano está muito forte nas certas regiões de Inglaterra. Por razões pre-históricas a intensidade da rede está quarto vezes mais forte que nos outros lugares. A região Sudoeste ao redor de Glastonbury abriga um dos 24 nós terrestres de energias multidimensionais e nos vamos falar sobre eles num outro artigo.

Os crop circles estão aparecendo com uma constância quase diária. A expetativa é tão grande que as pessoas estão de plantão esperando por eles aparecerem. Os padrões são maravilhosos cheios de simetrias, alguns possuem mensagens, alguns até parecem ter padrões de DNA. Sabemos que precisa haver inteligencia por trás disso. Há de mais deles, possuindo uma beleza tão particular para serem simplesmente chamados de algo casual.

E o grande mistério é que a grama é completamente achatada e quando você anda por dentro dos círculos não há sinais de quebra. Os talos estão intatos ainda. E por causa disso as pessoas dizem que é algo impossível. Dizem então que tem que ser criado por alguma fonte externa, provavelmente por extraterrestres.

Vamos revelar. Esses padrões estão sendo puxados de baixo da Terra. A fonte é a rede cristalina que é tão forte nessas regiões. A rede lembra consciência e transforma em padrões. Isso é física multidimensional. Os cientistas afirmam que estão começando "ver" padrões nas energias quânticas. Tudo que é energia, tem padrões. Os crop circles representam mensagens do passado. É consciência dos ancestrais que está sendo lembrada na rede cristalina. E essa lembrança está literalmente "puxando"a grama manifestando sinais.

Antes dessa civilização que é a quinta houve outras das quais sabemos ainda muito pouco. Houve quatro outras civilizações nos últimos 52.000 anos. E essas civilizações estão começando a serem descobertas. Baseado nas novas tecnologias do futuro haverá novas revelações sobre o passado da humanidade. Haverá uma habilidade de ver através do solo que fornecera informações sobre as estruturas subterrâneas, escrituras pré-históricas serão achadas, idiomas antigos nunca vistos e tecnologias que nem imaginávamos que existiram.

A última civilização da qual nem tomamos conhecimento ainda que existiu mais que 9.000 anos atrás tinha eletricidade. Eletricidade é uma coisa básica. Não é um mistério. Está na natureza. Está lá a ser descoberta. Já houve tecnologia antes. Eram os nossos ancestrais que habitavam a mesma região cercando o nó que está lá nas proximidades de Glastonbury e a rede cristalina está forte por causa disso. Essa área atrai pessoas.

Estes são aqueles que estão nos dando mensagens em forma de crop circles e até a sabedoria sobre DNA. São padrões que contam uma história com origem de ser humano das outras épocas destinada a seres humanos do nosso tempo. Os agroglifos estão sendo puxados, não empurrados ou estampados, puxados por rede cristalina que se encontra diretamente abaixo.