Twitter icon




Quais são as três redes de consciência planetária?

:: Sabedoria esotérica desconhecida ::

Publicado por ALMAS VELHAS em • Fonte: Kryon

Hoje vamos introduzir o conceito de redes de consciência e de energia planetária. Há três redes principais, embora que existem outras. Elas existem em estado de confluência e emaranhamento com a humanidade terrestre, nenhuma é mais importante que a outra. As redes são interativas.

Falamos das seguintes redes:

  1. a rede magnética | rede da comunicação
  2. a rede cristalina | rede de lembrança da ação humana
  3. a rede de Gaia | rede da vida

As três redes são esotéricas e multidimensionais e podem ser percebidas e sentidas por um ser humano. Todas estão operacionais hoje em dia. A rede magnética tem atributos físicos e pode ser medida com a bússola. As outras duas não possuem padrões mensuráveis. A rede cristalina é invisível e tem atributos quânticos, esotéricos e espirituais. Há 12 pares de portais energéticos no planeta, onde as redes interagem num modo muito específico, são chamados de nós e nulos, dos quais vamos falar num outro artigo.

Rede magnética

Kryon, o mestre magnético, explica que a rede não é apenas um atributo geomagnético de um astro qualquer. Ela é necessária para a vida no planeta e está situada fora da superfície. O campo magnético foi cuidadosamente posicionado e serve para a nossa saúde e para evolução espiritual. Nem todos os planetas têm campos magnéticos. Aqueles que têm, geralmente têm vida ou tinham no passado, ou terão em breve futuro.

A rede magnética trabalha como uma rede de comunicação. Todos os seres vivos têm um campo multidimensional ao seu redor o qual tem atributos magnéticos e através da indução está ligado a rede planetar. É o mecanismo de comunicação entre o DNA de qualquer forma de vida com o planeta hospedeiro. O mecanismo da astrologia usa a rede magnética para comunicar seres vivos sobre o grande quadro momentâneo que envolve tanto o sistema solar quanto a galáxia.

Mais que 20 anos atrás houve muitos incidentes de baleias encalhadas nas praias do mundo. O porquê está no sistema de navegação dos cetáceos. Eles usam a rede magnética para navegar pelos mares. No período entre 1993 e 2002 essa rede foi reajustada. Ela mudou mais em 10 anos que em 100 anos anteriores. As linhas magnéticas mudaram de direção por alguns degraus. As baleias na época seguiram como sempre as linhas magnéticas no rumo migratório delas e às vezes encontravam praias, onde por centenas de anos antes, só houve águas. As baleias nascidas depois do ajuste da rede magnética adaptaram-se às novas condições e hoje não há tantos relatos de baleias encalhadas. O ajuste da rede magnética ocorreu para alinhar e elevar a consciência humana. Kryon nos ensina que assim que humanidade passou por marca de 2012 o alinhamento com a rede magnética ajudou na consciência humana mais desenvolvida.

Rede cristalina

O nome "cristalina" foi nos dado pelo espirito como uma indicação o que a rede faz. O que você sabe sobre substâncias cristalinas? A única "pedra" que pode guardar uma vibração ou informação, é um cristal, então utilizamos uma imagem ou ideia de um cristal para descrever aquilo que chamamos de rede cristalina.

É uma camada esotérica e multidimensional invisível que lembra da consciência, energia e ação humana. Tudo que seres humanos fizem na Terra está sendo gravado. A gravação é cumulativa. Cada passo que você deu em vida está gravado. A rede cristalina é uma energia de lembrança. Ela retém em si aquilo que seres humanos coletivamente fizeram ao longo das civilizações. A energia cristalina esta situada abaixo e acima do solo. É uma rede de lembrança da emoção e ação humana. Ela está situada onde houve e há civilização. Ela está até nas áreas onde há águas, mas em menor intensidade.

A lembrança na rede cristalina não é linear. Isso significa que ela não lembra de certas energias em intensidades iguais. A prova disso é evidente. Quando uma alma velha anda num local que era um campo de batalha significativa na história, ela pode sentir a tristeza impregnada no solo: a morte, os choros, as despedidas, as chamadas por mãe por aqueles que estavam morrendo lentamente. A alma velha pode ouvir as vozes. Mesmo alguém que não é sensitivo ira dizer: aqui não me sinto bem, é um lugar de morte, eu gostaria de sair daqui. Não há questão sobre que você realmente sente a energia do evento ocorrido, mas há necessidade que haja um processo que guarda essa energia no local. Essa é a rede cristalina.

Até este ponto da nossa existência humana a lembrança na rede cristalina está representada em proporções bem iguais daquilo que chamamos de guerra, aquilo que é cura e aquilo que é compaixão. E você pode visitar lugares no planeta onde sente a energia da mãe, isso também é rede cristalina.

Quando acontecem coisas alegres, a rede lembra da alegria. A rede cristalina ajuda a você a lembrar coisas, às vezes coisas que você não quer. É uma cobertura para a rede de Gaia. É a sensação que tens na floresta. Todo mundo que se chama de abraçador de árvores conhece essa sensação. É algo que diz:

...tudo que eu quero, é ficar aqui na floresta e escutar as árvores, pôr as minhas mãos dentro do solo, porque isso que eu entendo e não as pessoas.

Há vida própria em Gaia. Na verdade, é uma vida crua em Gaia. Ela é tão crua que a rede cristalina cobre a rede de Gaia em certas áreas e de certos modos. A rede cristalina age quase como uma proteção para que haja segurança para estar ali. As redes trabalham juntas em sentido de benevolência à humanidade.

Rede de Gaia

A rede de Gaia é rede de consciência da mãe natureza. É a força vital do planeta. Ela é enorme a vai fundo até o núcleo terrestre e envolve todas as camadas de vida e não apenas a superfície.

Quando os xamãs falam que as montanhas têm personalidades, eles pensam em Gaia. Quando as pessoas abraçam arvores e sentem a ligação com mãe natureza, elas se comunicam com Gaia. As interações de seres humanos, por exemplo com pets, elefantes ou com cetáceos envolvem a rede de Gaia. Eis a rede de força vital da Gaia que está responsável pela entrada e saída de todos os seres vivos no planeta. Os indígenos conheciam Gaia. Eles eram alinhados com ela porque conheciam a sua força. Eles contavam com ela nos territórios de caça. Sentiam o planeta e sabiam que eles eram a parte de tudo. Eles manifestavam a chuva e não oravam por ela. Os indígenos sabiam sobre aquilo que direcional: o leste, o oeste, o norte e o sul. Sim, a rede cristalina existia ao mesmo tempo, mas os indígenos conheciam o poder de Gaia profundamente e tratavam Gaia com grande respeito. Nós, em nossa civilização moderna, perdemos isso.

Gaia está mantendo akasha humano dentro dela. Toda a vida que está em Gaia tem o seu próprio akasha. O nosso akasha está em nosso DNA. Está também dentro da caverna de criação a qual está em Gaia. A rede de Gaia é mais próxima para nos. É aquilo que percebemos primeiro. Gaia contém portais que parecem pertencer a ela. Um portal aqui, outro ali. Mas os nós e nulos pertencem à outra rede que é rede cristalina. A consciência verdadeira de Gaia está alinhada com a vida humana. A Gaia existe para nos.

Ao mesmo tempo, há 200.000 anos, quando a humanidade foi semeada as três redes foram criadas e instaladas na Terra, incluindo a consciência da Gaia. Capsulas de tempo foram colocadas em nosso DNA, em Gaia e nos cetáceos do planeta, nas baleias e golfinhos. As capsulas de tempo iriam abrir no certo momento e elas formam o sistema de suporte benevolente e espiritual ao ser humano, caso a humanidade iria passar uma certa marca de tempo que era o ano 2012. O sistema de Gaia com as suas redes é benevolente ao ser humano. Tudo que fazemos é conhecido por Gaia.

Cada passo que você coloca na Terra de maneira divina é conhecido por Gaia. Gaia sabe quem você é.

Origem de conhecimento
O artigo é livremente composto de diversas informações originalmente canalizadas por Kryon em centenas de eventos públicos e gravadas simultaneamente em áudio. As gravações estão disponíveis em português em: kryonportugues.com.br